Com apoio da Comunitas, Prefeitura de São Paulo dá início à estratégia de recuperação de aprendizado na rede de ensino


Projeto de Gestão para Resultados busca corrigir déficits do aprendizado dos estudantes, em especial devido ao fechamento das escolas durante o período de agravamento pandemia

Integrantes da Secretaria de Educação Municipal de São Paulo se reuniram na última terça com representantes da Comunitas e profissionais da Macroplan, parceira técnica na ação, para a definição das estratégias de recuperação do aprendizado na rede municipal de ensino, impactado pela pandemia do covid-19. 

O plano de Gestão para Resultados é dividido em quatro etapas com duração de 100 dias, mas a meta é estabelecer objetivos educacionais até 2024.

A reunião inicial do projeto apresentou o cronograma e detalhamento das quatro fases, conforme explicitado abaixo:

Etapa 1 – tratará do planejamento do trabalho. Nesta fase, será designada uma equipe da prefeitura para acompanhar a Macroplan.
Etapa 2 – consiste na estruturação da carteira de projetos prioritários da Educação e deve acontecer até meados de março.
Etapa 3 – entregará o design e especificação da unidade de gerenciamento junto ao gabinete da Secretaria até o final de março.
Etapa 4 – terá como produto final a estruturação de um mapa de indicadores, isto é, um painel organizado dos projetos da Secretaria até o final de abril.

O projeto de Gestão para Resultados busca corrigir déficits do aprendizado dos estudantes, em especial devido ao fechamento das escolas durante o período de agravamento da crise sanitária como medida de contenção da pandemia. A perda de aprendizagem vista em 2020 e a manutenção dessa tendência em 2021, tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio, é motivo de preocupação para os gestores.

Nesse sentido, o desafio de recuperação do aprendizado requer uma visão integrada e articulada entre gestão, rede escolar e performance, que ative alavancas para recuperar e melhorar o desempenho, com o apoio de uma plataforma de inteligência estratégica baseada em dados e evidências.

Malde Vilas Bôas, secretária executiva de educação da cidade de São Paulo, destaca a importância de a pasta possuir um padrão de realização e monitoramento de projetos, tendo em vista a quantidade de parceiros externos que a Secretaria possui. “Nesse sentido, é crucial haver uma integração entre os projetos na Central de Resultados e o monitoramento como um todo”, afirma.

No momento, a Secretaria de Educação conta com 27 projetos em andamento, que precisam ser acompanhados tanto na implementação, como na sustentabilidade dos mesmos. A ideia da Central de Resultados é fazer com que a equipe da Secretaria de Educação consiga acompanhar o status de cada um desses projetos, bem como a gestão deles por indicadores.

Rede Juntos

A Comunitas e a Prefeitura de São Paulo são parceiras desde 2017 e já desenvolveram projetos em diversas áreas, a exemplo do Programa de Metas 2017-2020, do Consulta de Programa de Metas 2017-2020, Licenciamento Urbano e outros.

No comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *